O mercado de cerveja artesanal Brasileiro

O mercado cervejeiro brasileiro é um gigante cuja cadeia produtiva movimenta R$ 74 bilhões, respondendo por 1,6% do PIB nacional e 14% da indústria de transformação. É a bebida mais famosa entre os brasileiros e já foi até incorporada massivamente no vocabulário brasileiro. Invés de falarmos “vamos marcar um encontrado”, dizemos “vamos tomar uma cerveja”.

O Brasil é um dos líderes mundial em produção de cerveja. Em 2014 mais de 14 bilhões de litros de cerveja foram fabricados. O gráfico abaixo mostra os principais grupos que dominam o mercado cervejeiro no Brasil:

graficp

A cerveja artesanal

Sabemos que o que é produzido em casa é mais gotoso, e com a cerveja não é diferente. A cerveja artesanal vem ganhando cada vez mais espaço no mercado cervejeiro e competindo com grandes cervejarias.

Centenas de pessoas todos os meses buscam por como fazer cerveja artesanal, e cada dia o número de pesquisas são maiores. Isso mostra o quanto o mercado de cerveja artesanal é promissor.

Segundo o criador do site  Mestre-Cervejeiro, Daniel Wolff, o mercado de cervejas caseiras é bastante promissor. Nos Estados Unidos, 17% do mercado de cerveja é ocupado pelas cervejas caseiras. No Brasil, que é o terceiro maior mercado do mundo, elas ainda não chegam a 1%. Isso mostra o quanto o mercado de cervejas caseiras no Brasil pode crescer, já que o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo,

O mercado de cervejas artesanais no Brasil, apesar da crise político-financeira, não para de crescer e se mostra como uma aposta promissora para os próximos anos. Embora ainda pouco expressivo, especialmente quando comparado aos Estados Unidos, este mercado tem hoje um volume de aproximadamente 91 milhões de litros anuais de cervejas artesanais.

 

Previsões para 2017

Baseado nas buscas por como fazer cerveja em casa as previsões para 2017 são promissoras. A aposta é de que o número chegue a pelo menos 500 cervejarias artesanais até o final de 2017.

Para empreendedores que gostariam de investir no mercado de cervejas no Brasil, essa é uma excelente oportunidade. O mercado está dando seus primeiros passos enquanto aguarda novos investidores.

Profissionais ganham até 5 mil por mês fazendo maquiagem

Você gosta de trabalhos manuais, só que está cansada de trabalhar tentando vender seus artesanatos? Uma boa ideia é se tornar uma maquiadora profissional.

Como você bem sabe, a maquiagem é quase que uma segunda peça das mulheres, dificilmente uma mulher sai de casa sem estar maquiada.

Pra ocasiões especiais como um casamento, baile de formatura, ou até mesmo uma festa mais importante, devido ao tempo e ao fato de gostarem de investir em uma boa maquiagem, você pode aproveitar esse gancho e prestar os seus serviços.

profisisonais de maquiagem

Dependendo da localidade que você mora, pode faturar alto, em cidades médias você consegue cobrar com folga 50 reais por maquiagem, em localidades com maior número de pessoas, esse valor pode passar fácil dos 70 reais por trabalho.

Agora faça as contas, se você fizer apenas 2 trabalhos diários, trabalhando apenas 20 dias no mês, terá uma renda garantida de 2 até 3 mil reais por mês.

Algumas maquiadoras, por já terem uma carteira de clientes, e terem sua hora de trabalho valorizada, ganham facilmente mais do que 5 mil reais por mês.

Gostou da oportunidade, mas não sabe quais os passos para se tornar uma boa maquiadora profissional? Continue conosco, que eu irei te mostrar como atingir os seus objetivos.

Passo 1) Invista em sua qualificação profissional

Muitas maquiadoras iniciantes, cometem o erro de começar a trabalhar, sem ter o conhecimento adequado, ou seja, sem investir em sua qualificação profissional. Antigamente você tinha até desculpa para não investir em conhecimento, pois geralmente nem toda cidade possuía um curso de maquiagem, e quando possuía custava o olho do cara.

Hoje está realidade é bem diferente, com o advento da internet, surgiram várias profissionais ensinando maquiagem na internet, e o melhor, os custos para estudar são extremamente baixos, e você ainda tem acesso ao seu certificado.

Um certificado agrega muito a sua carreira, pois gera valor a você, pois suas clientes valorizam alguém qualificada.

Se tratando de cursos de maquiagem online, eu tenho 3 recomendações para você se qualificar. O primeiro curso é o da Boca Rosa, o segundo é o da Bia Polidoro e o terceiro é o da Juliana Rakoza.

Curso de maquiagem da Boca Rosa

Este é aquele curso que você não tem desculpa para não fazer. Sobretudo devido ao seu custo, o curso custa apenas 39,90 e se você não tiver esse valor disponível, ela ainda parcela no cartão.

Devido ao custo baixo, esse curso não é longo, contém apenas 24 vídeos aulas, mas que já servem para te dar um norte, e mostrar se ser maquiadora profissional é realmente pra você.

Nele você irá aprender quanto cobrar, como conseguir clientes, como higienizar os seus materiais, quais materiais comprar e onde comprar, quais materiais você deve ter na sua maleta de maquiagem, maquiagem para os mais diferentes tipos de ocasião, e muito mais.

Para adquirir o curso basta acessar o site http://cursodemaquiagemonline.net, o site é bem intuitivo, logo não será difícil de você conseguir efetuar a compra, caso tenha qualquer dúvida sobre o curso, ou como comprar, basta enviar um email para a Bianca Andrade (criadora do curso), que ela te responderá o mais breve possível.

Curso de maquiagem da Bia Polidoro

O curso de maquiagem da Bia é bem mais salgado do que o da Boca Rosa, para começar a estudar, você terá que desembolsar a bagatela de 497 reais, mas esse valor se paga com o tempo, pois o curso tem uma qualidade incrível, contém várias vídeos aulas, além do fato de que você vai estar aprendendo com uma profissional qualificada, que tem uma ótima clientela, e que vai te ensinar como conseguir uma também. Confira o que você vai aprender no curso:

  • Módulo Iniciante: Aqui você irá aprender como maquiar, quais são os produtos que deve utilizar, técnicas como o olho preto esfumado, maquiagem clássica, delineado gatinho e maquiagem neutra, como aplicar os produtos corretamente, e como comprar os produtos com baixo custo e boa qualidade.
  • Módulo Intermediário: Aqui você irá aprender como fazer o contorno facial em pó, maquiagem colorida esfumada, maquiagem para festas, e também uma maquiagem delicada.

Módulo Avançado: Você irá aprender técnicas de cutcrease, como contorno com corretivo, e os produtos corretos para fazer essas técnicas, sem provocar erros.

Além desses módulos o curso é repleto de bônus, como uma aula de higienização de materiais, maquiagem para pele negra, maquiagem para pele madura, maquiagem para noivas, curso de alongamento de cílios, curso de penteados, além de várias aulas adicionais, que irão te ajudar a montar o seu negócio de maquiadora.

Curso de maquiagem da Juliana Rakoza

desacelere

O curso de maquiagem da Juliana Rakoza é ainda mais caro do que o da Bia Polidoro, mas vale muito a pena, a Ju tem larga experiência trabalhando em desfiles, canais de TV.

O curso atualmente está com as inscrições fechadas, por isso eu sugiro que você se inscreva na lista da Juliana no site dela, além de saber tudo o que você verá no curso, pode conhecer melhor o trabalho da Ju.

Passo 2) Desacelere

Após fazer um curso de maquiagem profissional, muitas meninas saem com ansiedade, e já desejam criar o seu próprio atelie de maquiagem.

Por isso o segundo passo é ir com calma, antes você deve avaliar quais são os custos para montar um atelie na sua cidade, e se o número de clientes que você irá ter, acrescentará valor ao seu investimento.

Pra trabalhar como delivery (indo na casa das clientes) você terá que desembolsar uns 1500 reais em materiais, isso sem contar o transporte, que você já terá que ter previamente, o custo é basicamente o mesmo para trabalhar na sua casa atendendo clientes.

Agora se você quiser montar um espaço pequeno, para atender as suas clientes com mais conforto e comidade, o investimento pode passar facilmente dos 20 mil reais, nesse valor está incluso os primeiros meses de aluguel, reforma do espaço, compra de materiais, compra de móveis para o salão, etc.

Uma ótima dica, é começar como maquiada delivery, prestando serviço na casa das clientes, em festas, casamentos, etc.

Se a demanda da sua região for boa, e você conseguir ganhar facilmente mais de 2 a 3 mil reais por mês, você pode até cogitar abrir um atelie pequeno.

A pergunta que você deve se fazer é: Eu consigo pagar o custo do meu atelie com 1 ano de renda como maquiadora? Se a resposta for positiva, mãos a obra.

Passo 3) Invista na promoção do seu negócio

De nada irá adiantar você ter uma boa qualificação profissional, e uma carteira pequena de clientes, se você não investir na promoção do seu negócio. Lembre-se sempre do jargão da publicidade: Quem não é visto, não é lembrado.

Geralmente no ramo da maquiagem profissional, as clientes são passageiras, geralmente você irá trabalhar com gente que irá se formar, com pessoas que vão para uma festa, ou até mesmo com pessoas que irão se casar.

Como esses acontecimentos não acontecem com frequência com a mesma pessoa, você sempre irá ter que renovar a sua carteira de clientes.

Uma boa ideia para atrair clientes é utilizando a internet. Procure fazer um site, mostrando os seus trabalhos mais recentes, suas qualificações, depoimentos de clientes, quais públicos atende, etc.

Depois basta compartilhar o seu site nas redes sociais, o sucesso chegará e você sempre terá um quadro de clientes renovado.

Acesso ao Celular ao Brasil Aumenta em 147%

É interessante ver como a internet evoluiu no Brasil, é estimado que mais de 58% da população brasileira possui acesso direto a internet.  Dentre essa parcela da população 89% acessam a internet pelo celular, seguido pelo computador de mesa (40%), computador portátil ou notebook (39%), tablet (19%), televisão (13%), e videogame (8%). Apesar da expansão crescente, o acesso à internet ainda é baixo em comparação com outros países.

O números de celulares aumentaram 147% em dez anos. No ano de 2015, 92,1% dos domicílios brasileiros acessaram a internet por meio do telefone celular, enquanto 70,1% dos domicílios o fizeram por meio do microcomputador. Portando o celular é um agente de mudanças 20050118-celulares_no_brasilfundamental e de forte impacto na sociedade.

O celular de longe a principal forma utilizada por brasileiros para acessar a internet. O crescente números de celulares aliado ao acesso à internet permitem grandes avanços na economia, cultura e influenciam diretamente no pensamento crítico de uma sociedade.

A economia, a principal afetada com o número crescente de celulares aliado ao acesso à internet agradece.  Gigantes como a Netshoes crescem incríveis 100% ao ano com ajuda da internet, quando começou tinha apenas cinco funcionários.

O bitcoin e diversas outras moedas digitais ganharam cada vez mais espaço na economia Brasileira. Portando não podemos descartar a o impacto causado pelo celular na economia brasileira.

Acesso ao celular no Brasil

No Brasil, a posse de telefone celular para uso pessoal aumentou 4,9% em 2014, totalizando 136,6 milhões de pessoas de 10 anos ou mais de idade donas de um aparelho. Sempre em comparação com os resultados do ano passado, referentes a 2013.  Segundo o IBGE 77,9% dos brasileiros possuem pelo menos um celular. O brasileiro passa boa parte do seu dia fazendo o uso do aparelho celular.

1

Ter acesso ao celular no Brasil é uma das coisas mais simples hoje em dia. Devido ao crescente aparecimento de lojas como Americanas, TrocaFone, Ricardo Eletro e diversos cupons de descontos oferecidos por essas lojas tais como cupom de desconto TrocaFone, cupons de descontos Americanas, Walmart, Amazon e centenas outras lojas o acesso ao celular duplicou nos últimos tempos. Os cupons de desconto e outros fatores contribuíram significativamente para facilitar o acesso ao celular e aparelhos eletrônicos em geral.

Não é apenas o acesso ao celular que aumentou no Brasil. O acesso à aparelhos eletrônicos em geral duplicou nos últimos 10 anos. O acesso a computadores, tabletes, telefones celulares, vídeo games aliado ao acesso à internet tem contribuído para a formação do pensamento crítico da sociedade atual, seja esse pensamento, positivo ou negativo.